domingo, 5 de outubro de 2014

Amin Toufani Harvard University Rocking Guitar

Para descontrair

Sobre tecnologias...

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Sobre equilíbrio: na vida é tudo

Quase não dá para acreditar como é possível, mas é. Vale a pena cada minuto que dedicamos à apresentação do artista. O que ele faz parece brincadeira, mas é puro equilíbrio (quisera ter 10% do dele...). A música também é perfeita (Dead can dance - canção: yulunga spirit dance). Como está em um dos comentários postados no youtube: "penso que ele quase está alcançando o nirvana"...  Aos 7:33 prenda a respiração.





A título de curiosidade o artista é de um circo russo Rigolo Swiss: http://www.rigolo.ch/home/leitung/?lang=en 

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

A vida é uma dança, amor e romantismo...

    Mais uma canção romântica, com uma letra bem legal!

Você precisa saber
Eu estou doente de amor por você
Desde que te desejei a primeira vez
Eu flutuei na brisa
Com você em cada momento meu
Você está no meu hoje, você está no meu amanhã

Você precisa saber
Que está em meu coração (Ke Mere Dil Mein Kya Hai)
Venha me dizer
o que não foi dito antes
Quando você estava com raiva

Eu sinto amor por você, e não sei por quê.
Venha mais perto
Fale um pouco com o coração
Eu pedi para a vida você e tenho desejado somente você

Nós estamos juntos por toda a vida, não estamos?
Venha minha amada.



A política, dor de cabeça e enganação: opinião de um mexicano


La política es un dolor de cabeza y para ser honesto no soy muy bueno para ser político. Siempre me gustan las cosas directas y sin andar en rodeos. Los políticos son como los abogados de Mexico... Te prometen y te prometen pero nunca hacen nada.





domingo, 28 de setembro de 2014

Os Verdadeiros Piratas do Caribe (3): Mahahual e Xcalak


Tenho que contar que Mahahual tem pescadores e guias que te levam de barco até Xcalac. É muito legal, diferente dos outros locais, tão lindo quanto é toda a costa caribenha. Claro que tem a questão turística, mas os nativos são realmente muito informais, te deixam bem à vontade para escolher o passeio que deseja. Em pouco tempo se pode fazer uma amizade sincera no local. As pessoas perguntam com real interesse sobre a nossa vida e contam sobre as delas muito abertamente.  Lembrei e senti saudades ahorita!
Em Mahahual se pode fazer mergulho, brincar com Jet ski, kaiak e outras esplêndidas atividades relacionadas com o mar. Em Xcalak há também o ecoturismo e vale a pena conhecer.


Reprodução dos barcos da época da pirataria no Caribe,
Museu de Bacalar, Arquivo pessoal, 2012
Museu de Bacalar, Arquivo Pessoal, 2012

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Augusto dos Anjos e o poema sobre a Ingratidão: para chorar no cantinho

Versos Íntimos
Augusto dos Anjos
Vês! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a Ingratidão - esta pantera -
Foi tua companheira inseparável!

Acostuma-te à lama que te espera!
O Homem, que, nesta terra miserável,
Mora, entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.

Toma um fósforo. Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.

Se a alguém causa inda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão vil que te afaga,
Escarra nessa boca que te beija!

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

"... canções emocionais perturbam a paz".

Kanday Utay ...
Canções emocionais perturbam a paz, escute ‘com moderação’ receitou meu amigo. Estou escutando uma música com um ritmo bem legal, pode ser usada para dançar. Como ele  diz: “cada música pode ser usada para a dança. Mas essa tem a letra profunda e emocional”.
    Eu pergunto o que eles estão dizendo na música, pois a voz do cantor é incrível?
É sobre alguém, à espera de seu amor, que deixou todas as coisas para trás para esperar pelo seu amor, e agora está na borda (edge, ponta do precipício), isso é o título ‘Kanday Utay’, eu estou em pé na borda, esperando por você.
Mas músicas sem esperança, emocionais te deixam triste e isso é ruim para a natureza humana. Torna um hábito de ser triste.  Por isso sempre ouça boas músicas para melhorar o  humor.
Você pode ouvir pelo tom, triste, desesperado de música.
      “..., mas a tristeza pode fazer você ver as coisas mais claramente e é bom para a maior parte artista e para escritores”.
Na verdade, eu sugeri essa música de acordo com o seu gosto, porque você gosta de música.

A letra:
Eu estou com os pés na margem por um longo tempo... e eu estou esperando seu retorno em algum momento breve... oh querida amada Eu tenho esperado aqui com a esperança de encontrar você. O desejo de ver você está florescendo em meu coração... o amor está soprando e eu ainda estou esperando pelo seu retorno..!
Eu tenho um forte desejo de ver seu rosto... e o tempo está lentamente desaparecendo da minha mão... minha respiração está escurecendo pela espera sem fim por você.
Oh querido amor tão inconsciente de minha agonia agora vem e olha por tudo... como os meus olhos pararam de se mover a partir da estrada de seu retorno .... !!
Estou cansado de esperar e ainda assim eu sei que eu tenho que me manter de pé sobre este banco e olhar para este beco que será esquecido quando você voltar ......  então eu estou esperando por você com todas as esperanças que eu possa reunir ... !!!
O amor é único e por isso são aqueles que caíram neste mar sem profundidade .... uma vez alguém é afetado por seu ‘vírus’ .., ele nunca pode esperar se recuperar ... amor tira tudo, a paz, o descanso, o silêncio, e faz você solitário em meio à multidão... não deixar nada para você... e consumida tudo que você possui em sua paixão. este forma de amor é realmente horrível e não poupa ninguém de sua destruição!!
Embora haja tantas semelhanças entre o amor e o fogo ainda é administrável o fogo ..... você pode cessar com a chuva e a água ... mas quem e o que pode cessar o fogo do amor ..., queimar lenha e bambus, mas este fogo do amor queima meu coração cada minuto ... de modo que esta tempestade de amor é destrutiva e vai tirando toda a paz que eu tenho na minha vida. Mas eu ainda espero ver você e Lá na frente esperando aqui para você para voltar.... !!

oh querido não me assusto com a morte ... pois aquele que anda no caminho do amor não tem medo de morrer ...., eu fiz amor a minha oração e rezo dia e noite ..! agora não perca todo esse amor e oração, atrasando seu retorno ..... !! Eu dediquei minha vida para você.... e agora é até você para me salvar ou me matar com a separação. Estou esperando na borda [do abismo] com a esperança de seu retorno.

Para ouvir a música



Ode Triunfal de Fernando Pessoa: sobre os despossuídos

[...] Maravilhosa gente humana que vive como os cães,  Que está abaixo de todos os sistemas morais,  Para quem nenhuma religião foi feita,  Nenhuma arte criada,  Nenhuma política destinada para eles!  Como eu vos amo a todos, porque sois assim,  Nem imorais de tão baixos que sois, nem bons nem maus,  Inatingíveis por todos os progressos,  Fauna maravilhosa do fundo do mar da vida! 

[...]Ah não ser eu toda a gente e toda a parte!

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Hipnotizante: o mar é das melhores paisagens do mundo!

Resolvi postar as melhores imagens que tenho do mar mexicano, para você curtir e pensar, como eu tenho pensado, numa vida mais leve, com mais amor, com a beleza indefectível do mar.
Uma excelente noite!












terça-feira, 9 de setembro de 2014

Aprender a confiar

Existe um exercício de Yoga em que você deita completamente sobre as costas de seu parceiro e ele, em equilíbrio, sustenta seu peso, sem sofrer com isso. 

Creio que esse exercício sintetize a base da confiança entre duas pessoas. Caso o outro fique em dúvida ou não confie o suficiente pode ocorrer alguma injúria para uma das partes ou para ambas.
A confiança eu vejo como um aprendizado (uma queda livre sem paraquedas, mas com um companheiro que te estende a mão)... também vejo como um entregar-se e, da mesma maneira que na prática de Yoga, é um exercício que deve ser feito diariamente, quando se quer compartilhar a aventura que é a vida com o outro.





terça-feira, 12 de agosto de 2014

Amor da boca e amor do coração: coisas que aprendi

Eu aprendi sobre amor que as lições vão se acumulando, todo dia aprendemos algo novo e ficamos melhores (se quisermos). A culpa por erros no passado nos fazem entender melhor e aprender a lição. A culpa assim é boa, pois nos faz discernir para poder fazer o que é o certo. 
Dizer eu te amo é fácil quando as palavras saem da boca. Dizer eu te amo quando as palavras vêm do coração não é simples, é preciso sentir isso verdadeiramente. 
Da boca pode vir qualquer tipo de palavra que muitas vezes não ecoa do ser, da boca às vezes as palavras são vazias. Quando vem do coração a palavra tem de combinar com a ação. Isso que eu aprendi: dizer eu te amo não é suficiente quando suas ações mostram o oposto.
Dizer eu te amo é fácil (da boca), dizer com o coração é mais difícil, mas quando se sente de verdade as palavras vêm e tocam nossa alma e sabemos que é verdadeiro.


segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Religiosidade mexicana

Entre deuses Maya e Astecas, a religiosidade no México tem também muito de cristianismo. Santos e santas fazem parte da vida desse povo. Como vemos em telenovelas e no famoso programa de humor Chaves. A Nossa Senhora de Guadalupe é um grande ícone de devoção mexicana. A imagem a seguir é de uma Igreja em Puebla. A arquitetura mostra a Idade Média na época em que a igreja se expandia. 
2012
Igreja em Puebla (arquivo Pessoal, 2012)

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Uma piada para descontrair...

A secretária eletrônica de um hospício atende:

- Obrigado por ligar para o hospício :
- Se você tem TOC [é obsessivo-compulsivo], pressione o 1 repetidamente.
- Se você tem múltiplas personalidades, digite 3, 4, 5 e 6 .
- Se você é co-dependente, peça para alguém digitar o 2.- Se você é paranóico, sabemos quem você é, sabemos o que você faz e
sabemos onde você está. Estamos chegando!



- Se você sofre de alucinações, digite 7 e sua chamada será transferida para o Papai Smurff.
- Se você é esquizofrênico, escute atentamente, que uma vozinha fina lá no
fundo de você mesmo lhe dirá qual o número a pressionar (Caso não escute a
voz, espere na linha, que o Papai Smurff irá lhe atender).
- Se você sofre de depressão profunda ou ansiedade aguda, não importa qual
número digite, ninguém irá lhe atender, ninguém realmente se importa.
- Se você sofre de amnésia, pressione 8 e diga em voz alta seu nome,
endereço, telefones, RG, data de nascimento, estado civil e o sobrenome
de solteira de sua mãe.
- Se você sofre de síndrome de pânico, não atendemos por telefone.
Pegue o carro e venha até o instituto psiquiátrico imediatamente.
- Se você sofre de estresse pós-trauma, pressione lentamente a tecla #
até que alguém fique com pena de você.
- Se você é indeciso, deixe seu recado logo após escutar o beep...ou
antes do beep... ou depois do beep... ou durante o beep. 


- Se você sofre de perda da memória recente, pressione 9.
- Se você sofre de perda da memória recente, pressione 9.
- Se você sofre de perda da memória recente, pressione 9.
- Se você sofre de perda da memória recente, pressione 9.
- Se sua autoestima é baixa, por favor desligue. Todos os nossos
operadores estão ocupados, atendendo pessoas mais importantes que você.

:D

Adaptado livremente de http://www.piadasonline.com.br/MostraPiadas.asp?Atendimento-digital-de-hospicio

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Vegetarianismo...

O que o Leandro fala aqui é tudo que sinto a respeito!
Pérolas: "eu sofro mais preconceito por ser vegetariano do que por ser gay". "Alface?!!! eu nem sou tão chegado em alface". "ser vegetariano é uma jornada dolorosa"; "mas frango você come né?" "nem peixe?" (wtf???) 


Para quem gosta de canções de amor, triste, mas linda.

De um cantor maravilhoso paquistanês que participa da trilha sonora do filme bollywoodiano Om Shanti Om (2007), sobre alma gêmea. 
A letra:

O mundo parece solitário
Eu não me sinto nem vivo nem morto 
Por favor me diga o que devo fazer 
Os laços entre os corações se partiu antes que se pudessem juntar
As mãos se separaram, mesmo antes de se conhecerem
O que tem sido escrito no destino
Meus olhos choram continuamente, sem um vislumbre de ti, minha alma gêmea
Parece que a natureza roubou você de mim 
Como faço para passar os dias e noites sem você, minha alma gêmea
 Se um sonho quebra em um único momento 

Por que isso acontece 
Quando este coração clama 
Até o vento parece que está chorando?
O mundo parece solitário 
 Todas as noites parecem me magoar
Todos os dias são incolores 
Há imensa solidão 

E eu estou aqui gastando cada momento, sem um traço de amor
Se um sonho quebra em um único momento 
O mundo parece solitário 
Quando o ser amado não fica

Neste mundo construído de pedras Todos os rostos são de pedra, até mesmo os corações são feitos de pedra 
Então por que eu continuo sozinho, e percorro as ruas como um indigente 
Você não poderá alcançar qualquer coisa aqui, meu coração
Se um sonho quebra em um único momento 
O mundo parece solitário ....
Quando este coração clama 
Até o vento parece que está chorando?
Se um sonho quebra em um único momento 
O mundo parece solitário ....



Uma boa reflexão: Fernando Pessoa "Poema em Linha Reta"

      POEMA EM LINHA RETA
    Nunca conheci quem tivesse levado porrada.
    Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

    E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco, tantas vezes vil,
    Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita,
    Indesculpavelmente sujo,
    Eu, que tantas vezes não tenho tido paciência para tomar banho,
    Eu, que tantas vezes tenho sido ridículo, absurdo,
    Que tenho enrolado os pés publicamente nos tapetes das etiquetas,
    Que tenho sido grotesco, mesquinho, submisso e arrogante,
    Que tenho sofrido enxovalhos e calado,
    Que quando não tenho calado, tenho sido mais ridículo ainda;
    Eu, que tenho sido cômico às criadas de hotel,
    Eu, que tenho sentido o piscar de olhos dos moços de fretes,
    Eu, que tenho feito vergonhas financeiras, pedido emprestado sem pagar,
    Eu, que, quando a hora do soco surgiu, me tenho agachado
    Para fora da possibilidade do soco;
    Eu, que tenho sofrido a angústia das pequenas coisas ridículas,
    Eu verifico que não tenho par nisto tudo neste mundo.

    Toda a gente que eu conheço e que fala comigo
    Nunca teve um ato ridículo, nunca sofreu enxovalho,
    Nunca foi senão príncipe - todos eles príncipes - na vida...

    Quem me dera ouvir de alguém a voz humana
    Que confessasse não um pecado, mas uma infâmia;
    Que contasse, não uma violência, mas uma cobardia!
    Não, são todos o Ideal, se os oiço e me falam.
    Quem há neste largo mundo que me confesse que uma vez foi vil?
    Ó príncipes, meus irmãos,

    Arre, estou farto de semideuses!
    Onde é que há gente no mundo?

    Então sou só eu que é vil e errôneo nesta terra?
    Poderão as mulheres não os terem amado,
    Podem ter sido traídos - mas ridículos nunca!
    E eu, que tenho sido ridículo sem ter sido traído,
    Como posso eu falar com os meus superiores sem titubear?
    Eu, que venho sido vil, literalmente vil,
    Vil no sentido mesquinho e infame da vileza.


    Álvaro de Campos

domingo, 20 de julho de 2014

Amor de verdade é como a água: transparente, forte e sempre está no horizonte


É sobre o amor verdadeiro estes pensamentos. Você poderia mover o céu e a terra. Você poderia andar quilômetros e nunca parar de querer. O verdadeiro amor é quando você morreria por alguém, sem titubear. Hoje em dia é difícil acontecer ou sempre foi. 
As pessoas de um modo geral criticam os relacionamentos, são imediatistas, querem o sexo e não o romance. Querem o resultado e não a jornada. 

Mas há alguns loucos com coragem para amar até exaurir o coração. Eu quero crer que pertenço a essa classe de gente que acredita no amor, que vive e respira o amor, sempre.

 Existe um filme alternativo “In July” que em essência pode ser resumido na frase que a protagonista lança e que gostaria de ouvir:


Meu grande amor, viajei por quilômetros, atravessei rios e movi montanhas. Sofri e suportei agonias, resisti a tentações, segui o sol e por isso estou perante você, para dizer eu te amo.


sábado, 19 de julho de 2014

Receita de Guacamole

Eu precisava compartilhar ao menos a receita de uma iguaria bastante apreciada no México: a guacamole.

Ingredientes:
2 abacates descascados e sem caroço
1 xícara de tomates picados
¼ de xícara de cebola picada
¼ de xícara de coentro picado
2 colheres de sopa de suco de limão
1 pimenta jalapeño sem semente e picada
sal e pimenta do reino a gosto

Modo de fazer:
Amasse os abacates até obter uma massa cremosa.
Misture bem os demais ingredientes, tempere com sal e pimenta.

Fica uma delícia, experimente!

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Não é fácil. Nada é fácil. Ninguém disse que seria fácil.

Eu sempre penso sobre o caminho que estou trilhando no momento. Para mim, descobrir o caminho que devo trilhar e fazê-lo sem arrependimentos está longe de ser algo fácil. Sei que cada decisão que tomo muda radicalmente o meu futuro. E se eu não tivesse feito tal coisa? Estou tão inexoravelmente aqui, sem ter certeza de absolutamente nada. Afinal, nada é fácil, se fosse talvez não fizesse muito sentido. Sempre penso "e se"... Mas "e se" não traz nenhum resultado. Além disso ninguém nos disse que essa jornada seria fácil. Cada passo um novo rumo, um novo horizonte...

Vista da avenida no centro histórico da Cidade do México
Fonte: arquivo pessoal, 2012

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Meteoritos de Chihuahua, México

Na capital do México há meteoritos trazidos de Chihuahua, pesando entre 6 e 14 toneladas. Algo muito interessante de observar, pensar sobre, pois eram meteoros que um belo dia invadiram nossa órbita, enfrentando a vaporização do contato com nossa atmosfera e caíram, imagino estrondosamente, nas terras mexicanas.
Os meteoritos foram descobertos em 1600 e 1852 e ficam em exposição pública permanente no Palácio dos Minerais, Cidade do México (capital mexicana). 
Vale a pena conferir!

Meteoro, Palácio dos minerais, cidade do México
Fonte: arquivo pessoal, 2012

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Guardar sentimentos gera ressentimento!

Muitas vezes não vivemos na felicidade, mas pode a felicidade viver em nós. Eu normalmente não guardo meus sentimentos, eu os extravaso. Deixar fluir o que se sente libera espaço para outras emoções, não negativas, limpa a gente mesmo. Falo apenas por experiência. Quando abro meu coração e transbordo consigo recobrar e começar de novo, posso sorrir novamente. Apenas um sorriso pode fazer o dia de uma pessoa.
Então, somente é preciso abrir o coração, sorrir e dar amor sem pedir nada em troca, pois quando esperamos corremos o risco de não sermos atendidos na medida que queremos. Nada de guardar sentimentos, gastar os sentimentos, pois de onde eles vêm tem muito mais, é uma produção infinita. Também o amor é uma fonte inesgotável de sensações boas. Ame, sinta e seja feliz!
 
Mahahual [linda!], México, Quintana Roo
Fonte: arquivo pessoal, 2012

quinta-feira, 10 de julho de 2014

O que é especial na vida: Mahahual, México

A imagem de Mahahual mostra um ambiente bucólico e de completa descontração. Esse local me trouxe muita paz sempre e permite hoje algumas reflexões, como "o que é especial na vida?" 
Para além de desejos ou vontades, creio que o destino da gente está profundamente relacionado com o passado e com as experiências, que formam o que somos, nos fazem crescer e amadurecer. E isso tudo faz o desenho do que realmente é especial na vida de cada um. Mahahual é especial para mim, quente como um forno, mas lindo como o paraíso.
Queria poder ter outra vida só para desfrutar toda uma existência num lugar tão mas tão lindo como esse.
O que é especial em sua vida? Valorize isso, cada segundo. Deixe o piloto automático desligado nos momentos importantes, a gente nunca sabe quando termina.

Porto em Mahahual.
Fonte: arquivo pessoal, 2012

domingo, 6 de julho de 2014

Saiba o que você não quer e consiga o que você deseja.

Quando estamos em um relacionamento a confiança precisa existir, no entanto, algumas vezes, não há como ter certeza de nada. Talvez na maioria das vezes.
É engraçado que tudo que ouvimos como "quando você passar por isso vai entender", acaba se tornando realidade.
Um ensinamento budista bem forte na minha vida é a certeza: a certeza da terra sob meus pés e do céu sobre a minha cabeça. Uma verdade quase absoluta.
Nós aprendemos muito com a experiência, passando e vencendo dificuldades, mas aprendemos também por meio dos ensinamentos dos mestres.  Para conseguir viver o que queremos primeiro precisamos saber o que não queremos, saber dizer não para o que não nos é  realmente importante. Na realidade, até que a gente consiga dizer não para o que finalmente compreendemos que não queremos em nossa vida, não é possível aceitar e dizer sim ao que quereremos.
A capacidade de dizer não ao que já se sabe que não se quer, ajuda a ensinar a dizer o sim  para o que desejamos.
Tem muitas coisas que eu quero fazer e agora já sei o que não quero em minha vida. Isso tira um peso enorme e permite uma vida melhor.
Apenas um pensamento nesta noite fria de inverno e algumas palavras (confiança, o que eu quero e o que eu não quero).
Deixo uma imagem do pôr do sol no Boulevard, em Chetumal (Quintana Roo, México) para contemplar.


Mar do Caribe em Chetumal/México.
 Fonte: Arquivo pessoal, 2012

sexta-feira, 4 de julho de 2014

O coração é apenas uma criança

De uma linda canção em Hindi (Dil toh bacha hai ji). Significa que o coração é inocente e alegre, experimenta, é curioso... 
Cada dia de nossa vida é uma aventura e ao mesmo tempo uma experiência única, desde que nos permitamos.
O nosso coração dá tanta importância para tudo, faz tanto barulho. Nunca envelhece.

Todas as filosofias dizem da importância do cérebro e eu penso que o mais importante é o coração. 
Qual a melhor maneira de fazer uma criança feliz? Deixá-la viver e experienciar.
Um cantor paquistanês que tem uma voz incrível para curtir!

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Correria do cotidiano, necessidade de ir devagar

A máxima de que há um tempo para tudo na vida ainda tem validade... O cotidiano nos enterra e deixa pouco espaço para as coisas que realmente importam.
Hoje eu percebo que os dias mais felizes da minha vida definitivamente não foram dias em que eu estava correndo aqui e ali para resolver coisas 'urgentes' e 'inadiáveis', ao contrário, foram momentos em que me permiti um tempo para não fazer nada. Para observar a natureza, para bater um papo animado, sem pensar no próprio tempo.
Tenho lido alguma coisa sobre anarquia e cada vez mais chego à conclusão de que essa organização de vida que a sociedade criou não é boa para nós.
Vou tirar meus minutos do dia agorinha para não fazer absolutamente nada e sentir que sou humana.  Não é um ótimo programa?
Acho que combina com essa 'vibe' o trecho do poema do Pessoa, pelo menos a parte em que fala 'adia-te, presente absoluto':
Hoje não me resta, em vésperas de viagem, 
Com a mala aberta esperando a arrumação adiada, 
Sentado na cadeira em companhia com as camisas que não cabem, 
Hoje não me resta (à parte o incômodo de estar assim sentado) 
Senão saber isto: 
Grandes são os desertos, e tudo é deserto. 
Grande é a vida, e não vale a pena haver vida, 

Arrumo melhor a mala com os olhos de pensar em arrumar 
Que com arrumação das mãos factícias (e creio que digo bem) 
Acendo o cigarro para adiar a viagem, 
Para adiar todas as viagens. 
Para adiar o universo inteiro. 

Volta amanhã, realidade! 
Basta por hoje, gentes! 
Adia-te, presente absoluto! 
Mais vale não ser que ser assim. 

Comprem chocolates à criança a quem sucedi por erro, 
E tirem a tabuleta porque amanhã é infinito. 

Mas tenho que arrumar mala, 
Tenho por força que arrumar a mala, 
A mala. 

Não posso levar as camisas na hipótese e a mala na razão. 
Sim, toda a vida tenho tido que arrumar a mala. 
Mas também, toda a vida, tenho ficado sentado sobre o canto das camisas empilhadas, 
A ruminar, como um boi que não chegou a Ápis, destino. 

Tenho que arrumar a mala de ser. 
Tenho que existir a arrumar malas. 
A cinza do cigarro cai sobre a camisa de cima do monte. 
Olho para o lado, verifico que estou a dormir. 
Sei só que tenho que arrumar a mala, 
E que os desertos são grandes e tudo é deserto, 
E qualquer parábola a respeito disto, mas dessa é que já me esqueci. 

Ergo-me de repente todos os Césares. 
Vou definitivamente arrumar a mala. 
Arre, hei de arrumá-la e fechá-la; 
Hei de vê-la levar de aqui, 
Hei de existir independentemente dela. 

Grandes são os desertos e tudo é deserto, 
Salvo erro, naturalmente. 
Pobre da alma humana com oásis só no deserto ao lado! 

Mais vale arrumar a mala. 
Fim. (fonte: http://www.fpessoa.com.ar/poesias.asp?Poesia=005)


Como se conhece alguém? O pequeno príncipe e as formas de conhecer pessoas...

Vou colocar um trecho da Obra de Saint-Exupéry, já deve ser notório que amo. Que fala sobre como se conhece alguém de verdade...

“As pessoas grandes adoram os números. Quando a gente lhes fala de um novo amigo, elas jamais se informam do essencial. Não perguntam nunca: «Qual é o som da sua voz ? Quais os brinquedos que prefere ? Será que ele coleciona borboletas ?». Mas perguntam : «Qual a sua idade ? Quantos irmãos ele tem ? Quanto pesa ? Quanto ganha seu pai ?». Somente então é que elas julgam conhecê-lo. Se dissermos às pessoas grandes: « Vi uma bela casa de tijolos cor-de-rosa, gerânios na janela, pombas no telhado... » elas não conseguem, de modo nenhum, fazer uma idéia da casa. É preciso dizer-lhes: « Vi uma casa de seiscentos contos ». Então elas exclamam: « Que beleza ! »” (O Pequeno Príncipe, capítulo IV)

Eu concordo com Exupéry, as 'pessoas grandes' não sabem conhecer um amigo...

Boa noite!

terça-feira, 1 de julho de 2014

Diga-me o que é a verdadeira felicidade para você?

A ideia não é afastar-me da concepção original do blog, de falar sobre as maravilhas do México, mas me ocorreu essa pergunta quando organizava meus pensamentos sobre as aventuras que tive lá.
Um dos ensinamento budistas é que todas as pessoas procuram a felicidade e evitar a dor.
Mas o que é a verdadeira felicidade para você? Talvez uma brincadeira em família, uma viagem, contemplar o oceano, um esporte, às vezes até ficar ocioso com quem se ama...
É em busca dessa felicidade que a gente corre atrás todos os dias. 
A jornada em busca da felicidade sempre mostra outros horizontes...


Céu de Chetumal ao pôr do sol. Fonte: arquivo pessoal, 2012

Agora só para colocar uma pimentinha, eu li em algum momento que a felicidade, "se dentro de você não puder encontrar, não há lugar no mundo que irá achar". Será? 
As praias de Laguna de Bacalar e de Mahahual sempre disseram o contrário... :D

Revisão de texto: gramatical e a importância da leitura


Revisão de Texto

A necessidade de revisão de texto decorre de demandas 
diversas, originadas no estabelecimento de ensino ou mesmo em 
sua vida profissional ou cotidiana.
Quem tem dificuldades com a escrita pode desenvolver seu 
potencial ao ampliar as leituras diárias, ou seja, quanto mais você lê, 
melhor sua escrita fica.
A leitura não precisa ser iniciada com Machado de Assis ou 
grandes autores, também conhecidos como cânones da literatura 
brasileira e mundial. Qualquer tipo de leitura pela qual haja um interesse 
como revista, artigos em jornal, história em quadrinhos, pode 
possibilitar o seu gosto pela leitura. Com o tempo e a prática você 
amplia seus horizontes!
Duas dicas para quem quer desenvolver o hábito e o gosto de ler, 
mas ainda não tem coragem de pegar uma obra de 300 ou mais páginas:

“O Pequeno Príncipe” de Antoine de Saint-Exupéry

“Destrua Este Diário” de Keri Smith

No entanto, quando não há tempo suficiente para resolver todas as 
dúvidas da escrita em Língua Portuguesa, o importante é ter a quem 
recorrer com a certeza de uma revisão bem feita e as melhores 
sugestões para aprimoramento de seu material.

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Restaurante de La China Poblana

Um hotel com restaurante excelente em Puebla. A imagem é da China Poblana que seria a mulher daquela comunidade. Aqui no sul entre os nativistas a palavra china tem um aspecto carinhoso, parte de uma herança castelhana com certeza. Já no falar coloquial a palavra china tem um aspecto pejorativo...
A roupagem da estátua na imagem a seguir em muito lembra as prendas (gaúchas paramentadas com roupas tradicionais).

Sobre a comida servida é impecável, tem até carreteiro de vegetais! Um sonho para vegetarianos/gaúchos!!!
O hotel é belíssimo, no entanto as diárias são bastante caras. Mas o restaurante vale a pena conhecer.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Você deveria escrever uma carta para alguém

Eu descobri que para se conhecer melhor, além da meditação, a conversa íntima sobre si mesmo com outra pessoa revela muito da gente que, simplesmente, desconhecemos!
Fico pensando sobre a empolgação que namorados têm no início da relação, só há uma explicação: são dois mundos se conhecendo pela primeira vez e isso é extasiante.
Só que a gente esquece que é impossível conhecer alguém completamente. E isso que faz algumas relações esfriarem, você acha que aquela pessoa já mostrou tudo e perdeu a 'graça'. Quando na verdade você nunca fará ideia completa de quem o outro é, pois não sabe nem de você mesmo. Cada pessoa é um universo inteiro.
Sugiro que você experimente uma, duas, três vezes, escrever para alguém, que você nunca encontrou, talvez de uma cultura diferente, que tenha uma vida totalmente diversa da sua e que ao mesmo tempo seja capaz de fazer essa troca.
Experimente a alegria de descobrir alguém pela primeira vez.
Ou experimente redescobrir quem você ama. Qual sua cor favorita? Seu prato preferido? Sua música? Um desejo? Um plano? Sua história mais doida? 
Redescubra ou (re)conheça alguém e você aprenderá mais sobre si mesmo! Eu prometo que funciona.


terça-feira, 24 de junho de 2014

Relação é de duas pessoas

Uma provocação para a noite: é preciso entender que em uma relação há duas pessoas, mas que o amor é um só. Há que se doar e compartilhar.
Quando realmente se ama há que saber que os sentimentos e os detalhes são importantes.
Sei que é difícil pois há pessoas que nos machucam, mas cada um precisa de outro para amar pela vida inteira...

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Companheirismo e Corozal Free Zone, fronteira entre México e Belize ou Nunca perambule sem o seu visto de entrada no país!

Este um fato que aconteceu quando estávamos visitando a zona livre entre Belize e México, no finalzinho da cidade de Chetumal.  Gente lojas indianas! Muita coisa legal, mas algum produto de qualidade duvidosa. Preços ótimos... 
https://www.facebook.com/TajMahalEmporioDeLaIndia

Só que no retorno pegamos um táxi que nos deixou no posto de imigração do México, que tensão o oficial da imigração pedindo passaporte e visto e eu tinha deixado o meu no hotel. Estava somente com o carimbo no passaporte com a entrada. No fim das contas não sabia se eles queriam suborno (eu estava regular, mas sem o tal do papel verde!!!) ou realmente é uma prática: o oficial de La Migra disse que eu teria de passar a noite ali . Então o conselho: faça cópias de toda sua documentação e ande com todos os vistos consigo.
 Foi tenso! No fim eu convidei  o oficial para ir ao hotel onde estávamos, pois lá estava meu visto (maldito formulário verde) e ele abriu mão, liberando a gente. 
De qualquer forma, tendo a documentação em seu bolso (!), ainda é um passeio que vale fazer!